Histórias do Coração - Filosofia de Rua - Clássicos do Rap Nacional




Filosofia de Rua é um grupo antigo na cena do Rap Nacional. São os donos dos maiores clássicos do Rap Nacional. Um destes clássicos é o do vídeo acima, a música Histórias do Coração.



A música Histórias o Coração do Filosofia de Rua foi lançado em 1996. Faz tempo né nego. E, apesar de hoje em dia o grupo não ser reconhecido e não ser mais tão popular, é um Clássico do Rap dos ano 90.
Histórias do Coração - Filosofia de Rua - Clássicos do Rap Nacional
Histórias do Coração - Filosofia de Rua - Clássicos do Rap Nacional

Baixar Histórias do Coração - Filosofia de Rua - Clássicos do Rap Nacional:

Se curtiu esse som, se ele também marca alguma época da sua vida e quiser baixar a música Histórias do Coração do Filosofia de Rua, clique aqui



Veja outros clássicos do Rap Nacional clicando aqui


Letra Histórias do Coração - Filosofia de Rua:
Eu falo pelos pais que perderam seus filhos
Pelos filhos que perderam
Seus pais e nunca mais deram notícias
A ferida no peito nunca cicatriza
A procura foi em vão
Viraram até destaque de televisão
A preocupação da mãe domina,
Ela quer o filho de volta
Junta as mãos, ajoelha no chão, começa a rezar
Pede a Deus para ele voltar...
O medo é forte, a pressão sobe, o choro escorre

Vejo e ouço aquela mãe em seu leito aos prantos...
"Sofrendo, chorando..."
Pelo seu filho que foi embora, não voltou até agora
O que aconteceu?
Saiu pra ir a escola, jogar uma bola
E desapareceu
E o cansaço venceu
Seu filho perdeu
Foi dado como desaparecido
Não foi encontrado, caso encerrado
Virou arquivo de polícia
Eles não acham pistas
Virou fracasso da lei, ibope pra mídia...
Ele foi a principal notícia!

Todo sábado e domingo
Sabe Deus onde é que você vai... ( x2 )

O coração aperta, o peito sufoca,
Por que é que tem que ser assim?
O que vai pegar?
O que vai rolar?
Quando será o fim?
Há tantas coisas boas no mundo,
Por que as pessoas fazem isso?
Tiram a vida de quem tem tanto pra vida e pra quem fica a dor é indescritível...
Eu não sei
De que lado está a lei
Me encare, me olhe, me diga, me aponte a saída, qual é a alternativa?
Acreditar em quem!?
Em nossos corações ou na justiça?
Esperar notícias de quem se foi e não deixou pista
Nenhum sinal de vida, nenhum recado,
Nem ao menos um último abraço
Acreditar que tudo que está se passando é apenas um sonho aonde
Temos medo de acordar e ver que tudo é realidade
Tudo verdade,
Se sentir sozinho no meio da multidão...
Não, não, não, não, não chore mais
Não, não se sinta incapaz
A vida continua, realize os sonhos de quem você perdeu
E que Deus ilumine o caminho teu



Todo sábado e domingo
Sabe Deus onde é que você vai... ( x2 )

Eu sinto a tristeza separando mais uma família...
Olho em seu rosto
E vejo o sufoco
O luto causado pela tristeza de um dia...

Horário marcado
Todo mundo arrumado
É mais do que combinado sábado e domingo são dois dias sagrados
Visitar um amigo, rever a família,
Dar um abraço apertado,
Viver a vida com alegria, como se não houvesse outro dia...

Fala: esta mensagem
É dedicada a todas as pessoas que foram separadas pela linha da vida...
Pessoas que se conheciam, pessoas que se amavam...
Jovens, crianças, velhos
Pessoas que foram pegas desprevenidas pelo inevitável...
Essas pessoas não se foram por completo.
Elas ainda vivem graças a você
Que as alimenta
Com recordações, saudades, lembranças e muita fé.
Elas estão vivas, sim.
Elas moram perto de você.
Elas moram num lugar guardado por ti a sete chaves.
Num lugar muito íntimo.
No seu coração...
Paz !!!

Todo sábado e domingo,
Sabe Deus onde é que você vai... ( x2)
Histórias do Coração - Filosofia de Rua - Clássicos do Rap Nacional Histórias do Coração - Filosofia de Rua - Clássicos do Rap Nacional Reviewed by Unknown on 11:16 Avaliação: 5
Tecnologia do Blogger.