Nova Versão: Ainda Há Tempo - Criolo [Novo Beat]

Um dos cantores que mais curto está trazendo uma releitura de um dos seus trabalhos para a cena. Eu vi a um tempo atrás uma notícia no RND falando sobre o projeto do Criolo de relançar o disco Ainda Há Tempo lançado originalmente por ele em 2006 com novos instrumentais, novas pegadas. Neste projeto Criolo contará com Dj DanDan, Dj Marco e Daniel Ganjaman (que ainda não soltou o CD inédito póstumo do Sabota). Leia a matéria no RND clicando aqui.

A ideia de relançar o disco Ainda Há Tempo é uma forma de Criolo comemorar os 10 anos de lançamento do trabalho. Além do novo álbum, Criolo irá realizar uma série de shows pelo país levando a presentação das novas versões da música.

Nesta madrugada, Criolo soltou a primeira música do álbum a ganhar uma releitura. A música Ainda Há Tempo foi postada na conta de Criolo no SoundCloud com um novo instrumental. Nesta postagem vamos compartilhar com você a nova versão da música Ainda Há Tempo do Criolo. Também deixaremos a letra da música e um link para você poder baixar a nova versão de Ainda Há Tempo do Criolo.

Se você não ouviu a versão original da música Ainda Há Tempo, lançada em 2006, clique aqui e veja outra matéria com o vídeo, mp3 e letra da música.

Ainda Há Tempo - Criolo - Nova Versão:



Agora, se você deseja baixar a nova versão da música Ainda Há Tempo, do Criolo, confira abaixo:

Baixar Nova Versão de Ainda Há Tempo do Criolo:

Para baixar já a música Ainda Há Tempo do Criolo clique no link abaixo:

•BAIXAR NOVA VERSÃO DE AINDA HÁ TEMPO DO CRIOLO•


Letra - Ainda Há Tempo - Criolo:

Letra Ainda Há Tempo - Criolo:
Cê quer saber? Então, vou te falar
Por que as pessoas sadias adoecem?
Bem alimentadas, ou não
Por que perecem?
Tudo está guardado na mente
O que você quer nem sempre condiz com o que outro sente
Eu tô falando é de atenção que dá colo ao coração
E faz marmanjo chorar
Se faltar um simples sorriso, às vezes, um olhar
Que se vem da pessoa errada, não conta
Amizade é importante, mas o amor escancara a tampa
E o que te faz feliz também provoca dor
A cadência do surdo no coro que se forjou
E aliás, cá pra nós, até o mais desandado
Dá um tempo na função, quando percebe que é amado
E as pessoas se olham e não se falam
Se esbarram na rua e se maltratam
Usam a desculpa de que nem Cristo agradou
Falô! Cê vai querer mesmo se comparar com o Senhor?

''As pessoas não são más, mano, elas só estão perdidas. Ainda há tempo.''

Não quero ver você triste assim, não
Que a minha música possa te levar amor

Exemplo não sou, tô longe de ser
Cidadão comum com vontade de vencer
Rap, que energia é essa?
Um dom, um karma, uma dívida , uma prece?
Infelizmente tem alguns que desmerecem
É tanta coisa na cabeça. Sai fora, me esquece
Sem saúde, sem paz, o nosso povo padece
No Grajaú, só, no frio de dá dó
Esperando a lotação pra ir pro evento de rap
Lembrei de alguém que não tá mais entre a gente
A dona morte vem, carrega os mano na mó pressa
Uma estrela a mais no céu, um rimador falta na Terra
Deus sabe sempre o que tá fazendo
Mesmo sabendo disso eu sofro, vai vendo
Quem tem noção das coisas, sente o peso da maldade
A cobrança é maior, inteligência atrai vaidade
E quem se deixou levar fraquejou
Essa é a verdade, aprenda com os erros
Não se sinta um covarde
Na praia, Jesus me carregou no colo
Eu vi o par de pegadas, não entendi o óbvio
Que o fardo não é maior do que posso carregar
Se a vida é o jogo, então, vamos ganhar

''As pessoas não são más, mano, elas só estão perdidas. Ainda há tempo.''

Não quero ver você triste assim, não
Que a minha música possa te levar amor

Então me fala, fala, pergunta que não cala:
Se o rap é pro bem, então por que tanta gente atrapalha?
Com o poder da mente, a maldade paralisa
O mecanismo do sistema é sugar sua alma vivo
Seu sangue, seu suor, são só detalhe nisso
Chuva ácida será bem pior que um lançamento de um míssil
Entre o céu e o inferno, no Grajaú me localizo
Flutuando na hipocrisia do lodo e do fascismo
Pronto pra rimar um doido, criolo mestiço
Eu não sou preto, eu não sou branco, eu sou do rap, eu sou bem isso
Quem perdeu a noção por luxúria, tá perdido
Quem perdeu a razão por dinheiro, eu nem te digo
Saúde e microfone é a fórmula que preciso
Porque se o rap tá comigo, eu não me sinto excluído

''As pessoas não são más, elas só estão perdidas. Ainda há tempo.''

Não quero ver você triste assim, não
Que a minha música possa te levar amor

Eu quero acreditar que o amor que tem no coração da gente
vai ser menor que a nossa vaidade, meu, que a nossa arrogância, meu...

Algumas informações noticiadas no site JCOnline me deixaram animado, falam sobre o teaser do vídeo clipe da música Chuva Ácida de Criolo. Segundo o site, no vídeo, Criolo aparece caminhando pelos pontos que marcaram sua infância e juventude. Pelo jeito vem coisa boa por ai. (leia todo conteúdo aqui)

Nova Versão: Ainda Há Tempo - Criolo [Novo Beat]
Nova Versão: Ainda Há Tempo - Criolo [Novo Beat]

Ficha técnica da música Ainda Há Tempo de Criolo:
Single "Ainda Há Tempo"
Composição: Criolo
Gravadora e Editora: Oloko Records
Produção Musical: Daniel Ganjaman e Marcelo Cabral
Direção Artistica: Daniel Ganjaman e Beatriz Berjeaut
Produção Executiva: Alexandra Briganti
Direção de Arte: Pedro Inoue
Fotografia: Gil Inoue
Gravado, mixado e masterizado no Estudio El Rocha por Daniel Ganjaman e Fernando Sanches.
Nova Versão: Ainda Há Tempo - Criolo [Novo Beat] Nova Versão: Ainda Há Tempo - Criolo [Novo Beat] Reviewed by Fernando André on 01:22 Avaliação: 5
Tecnologia do Blogger.