Eduardo Taddeo - Sentença Capital - Letra-Download-Vídeo



Eduardo Taddeo, ex-Facção Central, lançou seu primeiro álbum solo "A Fantástica Fábrica de Cadáver". Pra deixar claro que Eduardo mantém seu estilo pesado e de protesto consciente, inteligente e que pró-favela ele chega com um álbum duplo.

Eduardo Taddeo - A Linha de Produção - Vídeo-Letra-Download
Eduardo Taddeo - A Fantástica Fábrica de Cadáver

Eduardo Taddeo lançou seu primeiro livro que fez muito sucesso. Se quiser saber mais sobre o livro, ele pode ser comprado no site do Eduardo. Confira A Guerra Não Declarada Na Visão de um Favelado clicando aqui.

Hoje trago o vídeo com a música Sentença Capital com letra, faixa que compões o disco 1 do álbum A Fantástica Fábrica de Cadáver. 

Abaixo você pode conferir a letra da música Sentença Capital do Eduardo Taddeo. Caso queira comprar o disco duplo A Fantástica Fábrica de Cadáver do Eduardo Taddeo em mídia física clique aqui.

Veja outras músicas do Eduardo Taddeo publicadas aqui no site clicando aqui.

Eduardo Taddeo - Sentença Capital - Letra:

Prevejo no boneco esquemático do abastado
Em cada orgão dez gramas de chumbo alojado
A tática pro legacy no hangar de Cumbica
É homicida, mas também autodestrutiva
De um lado gera mães da Sé, mães de Maio
Do outro nove Pms abatidos por mês em São Paulo
O paraíso no altar das contadoras de reais
É o modelo Quad-core das penas capitais
Quem me põe na cadeira elétrica assisti online
Exibição na sua sala de tiros em Columbine
No grampo não autorizado decreto pro Deic
Furar cerebelo de Dalai Lama's, Scarface's
A redoma que aclama o Capitão Nascimento
Dependendo da tua cama, tua térmica em sepultamento
O vício no cifrão faz os Safras pensar na paz
Só quando o corpo do filho goteja fluídos corporais
Quando veem que a bolha comum aqui não é de chiclete
É dos gases formados embaixo da pele
Sem óculos 3d assistimos velório profanado
Onde quem vela ente com passagem, indiciado
Também as rajadas sequenciais no parabrisa
Com os famosos fura blitz como justificativa
Não é simulador de tiro, guerra virtual
Boy condenou 200 milhões a sentença capital!

No corredor da morte do Paraíso Tropical
200 Milhões são condenados a Sentença Capital
No corredor da morte do Paraíso Tropical
200 Milhões são condenados a Sentença Capital

Só não aprovam pena de morte no congresso
Porque é mais barato chacinar sem custas de processo
Pra quê criar papelada e assinatura?
Se é só deixar gambé descarregar na viela escura
Alegrar o cuzão do Jardim Europa
Com nossa temperatura caindo à 0,83 por hora
Antropólogos vão estudar nossa época
Com maxilares desovados nas favelas
Vão reviver as viaturas circulando com retrato
Do suspeito da facção que ia ser eliminado
Os dias que o aluno pobre virava sequestrador
Porque Reitor leiloava ensino superior
Enquanto rimo a fazenda assassina
Di Futuros ensina menina a ser atriz pornô da Brasileirinhas
Governo arma com fantoches matéria estratégica
Com 94 por cento felizes nas favelas
Enquanto houver desnutrido festejando
Ação conjunta pode matar dez assaltantes de banco
Condenação a guilhotina, à moda brasileira
Pra quem nos condena ao crime se ela vale biqueira
Condenação a líquido de embalçamento e flores
Pra quem nos condena a morrer trocando as empresas de valores
"Se entrega que é melhor, a Blue Angels tá cercada"
"Ai Gate negocia com minha 9mm cuspindo bala!"

No corredor da morte do Paraíso Tropical
200 Milhões são condenados a Sentença Capital
No corredor da morte do Paraíso Tropical
200 Milhões são condenados a Sentença Capital

Fora do jato Phenom se o empreiteiro for na esquina
Exala odor de Putrescina, cadaverina
Pro legislador de extermínio a cobrança vem com juros
Às vezes com 20 tiros, pique Cabo Bruno
Querer tirano no poste não me faz sensacionalista
Me aproxima das mais brilhantes mentes esquerdistas
Pra Marx, Proudhon, Bakunin e Che Guevara
Ditador merecia punhal barbeando sua cara
Moralmente qual o problema de roubar hamburgueria
Que mata criança com propaganda indutiva
Personagem infantil, brinquedo colorido
E o novo venenoso Biglixo vendido
Grife espanhola numa era, n'outra peste negra
No presente materialismo arrancador de cabeças
O rico evoluiu com outros povos
Pra no fim por dinheiro jogar bola de gude com olhos
Só vamos deixar o corredor da morte anunciada
Quando nosso tempo não for usado pra limpar nota manchada
Quando odiarmos o regime que faz nossas mulheres
Tirar saliva podre de boy em talheres
Comemore a Consciência Negras todos os dias
Exija direito à vida com ou sem Data Fifa
Quando fiz pacto vitalício com o favelado
Fui condenado a ser outro Vladimir Herzog enforcado

No corredor da morte do Paraíso Tropical
200 Milhões são condenados a Sentença Capital
No corredor da morte do Paraíso Tropical
200 Milhões são condenados a Sentença Capital


Assine Nosso Feed e Receba as Novas Postagens em Seu Email.
Para Assinar Coloque Seu Email na Caixa Abaixo e Clique em Assinar.
Eduardo Taddeo - Sentença Capital - Letra-Download-Vídeo Eduardo Taddeo - Sentença Capital - Letra-Download-Vídeo Reviewed by Fernando André on 12:25 Avaliação: 5
Tecnologia do Blogger.